O QUE É O MANIFESTO DE RESÍDUOS?

O que é o Sistema de Manifesto de Resíduos?É o instrumento de controle que permite ao INEA conhecer e monitorar a geração, o transporte e a destinação final dos resíduos gerados no Estado do Rio de Janeiro. Quem deve se vincular ao Sistema de Manifesto de Resíduos?Esta Norma Operacional – NOP se aplica ao Gerador, ao Transportador, ao Armazenador Temporário e ao Destinador de qualquer tipo de Resíduos Sólidos, conforme definido no Artigo 13 da Lei 12.305, de 02 de agosto de 2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS. Estarão sujeitas a se vincular ao Sistema, todas as pessoas físicas ou jurídicas, de direito público ou privado, geradoras, transportadoras e receptoras de resíduos, abrangidos pela diretriz Resolução CONEMA 79 Sistema Online de Manifesto de Resíduos. Código: NOP-INEA-35 Ato de Aprovação: Resolução Conema nº 79 Data de aprovação: 07/03/2018 Data de publicação: 13/03/2018. Manifesto de Transporte de Resíduos (MTR) Documento numerado gerado por meio do Sistema MTR, composto por 01 (uma) via impressa em modelo A-4, que deverá acompanhar o transporte da carga de resíduos até o destinador. Manifesto de Transporte de Resíduos Complementar (MTR Complementar) MTR gerado pelo Armazenador Temporário, contendo o(s) número(s) do(s) MTR (s) que o compõe, além da indicação dos dados do veículo de transporte e do motorista. Deverá acompanhar o transporte da carga do armazenamento temporário até o local de destinação final. Manifesto de Transporte de Resíduos Provisório (MTR Provisório) MTR de preenchimento manual dos dados. Deve ser gerado previamente e utilizado somente na eventualidade de indisponibilidade temporária do Sistema MTR. Manifesto de Transporte de Resíduos de Romaneio (MTR Romaneio) MTR gerado pelo transportador, em atividades específicas definidas no item 6.2.4 desta NOP, onde, em uma única rota há a coleta de diversos geradores, contendo ficha de controle com descrição dos logradouros e características dos resíduos coletados. Transporte de Resíduos (Sistema MTR) sociedade e às atividades geradoras, transportadoras, armazenadoras temporárias e destinadoras: aprimorar o controle da movimentação de resíduos no Estado do Rio de Janeiro; ampliar os tipos de resíduos controlados; contribuir para a destinação ambientalmente adequada; e, adequar-se às diretrizes da Política Nacional de Resíduos Sólidos – Lei nº 12.305/2010. Cadastro no sistema online de manifesto de transporte de resíduos CADASTRO NO SISTEMA ONLINE DE MANIFESTO DE TRANSPORTE DE RESÍDUOS – SISTEMA MTR 5.1.1 As atividades geradoras, transportadoras, armazenadoras temporárias e destinadoras de resíduos transportados no Estado do Rio de Janeiro, de acordo com os termos do item 6 – RESPONSABILIDADES desta norma, deverão cadastrar-se no Sistema MTR. 5.1.2 O cadastro, bem como a utilização do Sistema MTR se dará por meio de página divulgada no site do Órgão Estadual do Ambiente, na parte específica do Manifesto de Transporte de Resíduos. Fonte:  www.inea.rj.gov.br

O que quer dizer GWP e ODP?

     GWP      Significa ‘Global Warming Potential’, ou, em português, potencial de aquecimento global. É a medida que mostra quanto uma determinada massa de um gás de efeito de estufa é capaz de reter calor na atmosfera, em comparação a mesma massa de gás equivalente de CO2 . O valor do GWP é sempre calculado para um determinado período de tempo (como 20, 50 ou 100 anos) e considerando a capacidade de absorção de raios infravermelho. Como referência para o cálculo é utilizado o CO2, sendo que o seu GWP foi estabelecido como padrão e é 1. Quanto mais alto o valor do GWP, maior o impacto sobre o aquecimento global. O GWP de outros gases é calculado com base no CO2      ODP     Significa ‘Ozone Depletion Potential’, ou, em português, potencial de destruição da camada de ozônio. Esse índice varia de 0 a 1. Quanto mais próximo de zero, menor o impacto na camada de ozônio. Para o cálculo do ODP o gás usado como base é CFC-11 também conhecido como R-11 e, apesar de não ser o gás mais danoso, seu índice é 1, o mais alto na escala.​

O Protocolo de Montreal

      Criado em 1987, o Protocolo de Montreal prevê o fim obrigatório do uso de ODPs (substâncias destruidoras do ozônio) — químicos frequentemente utilizados em refrigeração, aerossois e extintores de incêndio por exemplo. O fim do uso destas substâncias é obrigatório para que a camada de ozônio seja preservada. Atualmente, este protocolo é tido como o mais bem sucedido pelas nações unidas pelo número de países apoiando e por seu grande impacto ambiental.     Apesar de ainda existirem equipamentos no Brasil que fazem uso de CFCs, a importação e produção destes gases no Brazil parou em 2010, alcançado a meta do protocolo com a ajuda do FML.Caso queira saber mais detalhes sobre o protocolo, visite o site abaixo: www.protocolodemontreal.org.br/eficiente/sites/protocolodemontreal.org.br/pt-br/home.php  

A diferença entre destilação e filtragem

     A destilação retira não apenas particulados, umidade e acidez, mas também é capaz de separar gases com ponto de ebulição diferente e gases não condensáveis. Dessa forma é possível alcançar o padrão de pureza exigido pela AHRI700. Contudo, para garantir que este grau de pureza foi atingido é necessário fazer uma análise físico-química do gás destilado.     Já a filtragem do fluido refrigerante retira as impurezas como particulados, óleo, umidade e acidez mas não separa gases misturados. Por isso, recomenda-se nunca misturar diferentes tipos de fluidos em um mesmo tanque ou cilindro no ato do recolhimento. Como é possível que existam outros gases misturados ao gás original, é menos provável que a filtragem retorne o gás refrigerante ao seu estado original, atendendo aos padrões da norma AHRI700, assim como na destilação, para ter certeza que o gás atende aos padrões é preciso fazer uma análise. Além disso, a saturação dos filtros em equipamentos de filtragem é muito comum. Filtros saturados atingiram sua capacidade máxima retenção e, por isso, não funcionam mais e devem ser trocados. Como os equipamentos de filtragem não alertam o usuário para a saturação do filtro, é possível que o filtro saturado permaneça em uso por um tempo, tornando o processo ineficaz.​

O que é o efeito estufa

     O efeito estufa acontece devido ao acúmulo de gases com uma alta taxa de de carbono na atmosfera como, por exemplo, R134a, R22, R123 etc. Esses gases criam uma barreira envolta da terra que não permite raios infravermelhos a saírem, aquecendo a terra. Esse aquecimento é muito prejudicial ao meio ambiente, ameaçando especies e gerando riscos a nossa saúde.     Acima encontra-se um diagrama explicando de forma simples como o calor é refletido pela atmosfera.

...
...

.

 

This is a mockup. Publish to view how it will appear live.

All rights reserved

RECIGASES

Rua General Argolo, 3, São Cristovão, Rio de Janeiro - RJ - 20921.392

T: +55 21 2580.9296   WhatApp: +55 21 97668-5042    |     vendas@recigases.com

T: +55 21 2580.9296

recigases@recigases.com

Recigases especialistas em fluido refrigerante

CONTATO:  21 2580-9296   |   21 97668-5042   |   VENDAS@RECIGASES.COM