Reciclagem

   

  • Não exige análise laboratorial

  • Não tem certificado de qualidade

  • Tira impurezas como óleo e particulados

  • Não separa fluidos refrigerantes 

    Regeneração

   

  • Exige análise laboratorial, segundo regra ABNT 

  • Tem certificado de qualidade assinado por químico responsável

  • Retira impurezas  atendendo às normas AHRI-700

  • Grau de pureza equivalente ao gás novo, seguindo padrão das normas AHRI-700

     PRINCIPAIS DIFERENÇAS​

.

 

a diferença entre gás reciclado e regenerado

O gás regenerado é constantemente confundido com o gás reciclado, mas a diferença entre eles é grande. Reciclar o gás limpa o gás de contaminantes (óleo, particulado,etc.) através da filtragem ou destilação, não garantindo se o gás está dentro dos padrões AHRI-700 no final do processo. A regeneração, por outro lado, tem padrões de pureza a serem seguidos, e por isso é mais comumente feita por destilação do que filtragem (clique aqui para saber a diferença entre destilação e filtragem). Para um gás ser considerado ‘regenerado’ ele tem que estar atendendo a todos os padrões de pureza estabelecidos pela AHRI-700 e, por isso, deve ser analisado em laboratório ao fim do processo. Devido a falta de análise, um gás reciclado deve ser usado apenas na máquina da qual foi retirado para não contaminar outras. Da mesma forma em que é preciso realizar uma serie de exames para que uma transfusão de sangue aconteça , é preciso verificar a qualidade do gás antes que seja usado em outra máquina. Contaminação cruzada é muito frequente e diminui tanto a eficácia quanto a vida útil do equipamento.

This is a mockup. Publish to view how it will appear live.

All rights reserved

RECIGASES

Rua do Bonfim, 251, São Cristovão, Rio de Janeiro - RJ - 20930.450
CNPJ: 08.892.204/0001-96   IE: 78.346.51-5   IM: 0.387.432-0

T: +55 21 2580.9296      |     recigases@recigases.com

CONTATO:  21 25809296   |   21 25808871   |   RECIGASES@RECIGASES.COM